&

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Foi Assim... A Quase Morte!




Velazkes.




                            Eu quis ficar morto - Estar aquém, o moribundo, das paixões, dos amores... Num esquife imerso em flores. Eu quis... Ir-me do mundo.
Mas bastou estar quieto, para que morto estivesse _de fato; nada buliu nada se viu...
As notícias, ainda as mesmas, ou iguais e parecidas da última semana finda.
O tempo parado. O corpo prosado. Sem mensagens. Eu quis estar morto, mas acho que estava bem antes de querer...
E lembro-me! Pode ate ter sido ilusão... Pois sempre vivi iludido, meu último pensamento foi você!
Eu ausente do corpo, numa experiência de pós-morte via-me em sua imagem num espelho oval e amplo, a olhar-se nos olhos esquecida em labirintos entretida - a opacidade ao canto era eu...
Vendo-a tão erma, tão pálida. Fita lilás pendendo em sua trança. Almejei tocá-la e nem pude...
Seus pelos dourados solto na nuca um pouco eriçaram, uma brisa beijou a cortina de flores amarelas. Você sorriu!
Sem entender nada do momento, estavas tu em meu pensamento, ou era eu quem vagava nos seus?
 E Foi tudo um instante tão breve e o tudo em tantas brevidades insurgido esta, que àquela morte que eu quis... Foi-me sim um momento de vida.
E neste momento que vivi, fui feliz!






5 comentários:

ania disse...

Pasma diante do teu poema...que coisa mais linda de se ler e de se encantar! abraço, ania..

Anônimo disse...

Ah...É verdade...Temos esses momentos de silêncio...que até parecem funestos, porém necessários para que toda a essência, a pureza, eu diria...o néctar... possa ser emanada aos céus e transformada em palavras de teor tão intenso... Eu por exemplo, às vezes me perco no meio desse silêncio e só retomo quando o chamado chega até mim abalando minha estrutura e fazendo irradiar a poesia interna que jazia adormecida... Cada um tem seu tempo...Parabéns... Aplausos mil em gritos de "Bravo!!" Bea...

Gigliola Rizzo disse...

"El pensamiento trajo el olor querido y anhelado... y por un instante fui feliz".

Preciosa forma de expresión mi bello amigo y me encantó la pintura de Velazquez acompañando tus letras!

Muchos abrazos, lindo día para ti!

http://bajolalupadegiglio.blogspot.com/

__________ «❈❈« «❈❈« __________

Katia Marques disse...

às vezes precisamos quase estar mortos para percebermo-nos vivos... conheço bem esses momentos de silêncio e recolhimento... momentos esses em que te leio e degusto silenciosamente as tuas doces escritas... beijos meus. Katie

Anônimo disse...

às vezes precisamos quase estar mortos para percebermo-nos vivos... conheço bem esses momentos de silêncio e recolhimento... momentos esses em que te leio e degusto silenciosamente as tuas doces escritas... beijos meus. Katie